Quarto das Crianças

Decorar e organizar o quarto das crianças pode ser muito divertido!

Regressamos de férias e queremos organizar o quarto dos nossos filhos para que todo o ambiente fique preparado para dar início a mais um ano escolar.Começamos cheias de vontade, até que nos deparamos rodeadas de brinquedos, roupas e objetos que nem sabemos bem a sua utilidade. É aí, que metemos as mãos na cabeça e pensamos “onde é que eu me fui meter?!”

Como criar um espaço organizado que combine uma série de ambientes atendendo às necessidades das crianças? Afinal, estamos a falar do espaço delas!

Quando pensamos em decorar e organizar um quarto de um bebé ou criança, este espaço deverá ser aconchegante e harmonioso. Um espaço que permita liberdade com segurança.

Os brinquedos, objetos e tudo o que a criança necessita deverá estar ao seu alcance, permitindo-lhe autonomia e poder explorá-los livremente.

Os próprios brinquedos devem ser à sua proporção, devem estar à sua altura e não precisam de ser em grande variedade. O objetivo é ter um número razoável e adequado ao gosto da criança, arrumados em caixas ou armários específicos para cada situação. Desta forma, ficará tudo mais organizado.

É fundamental existir um sítio para atividades onde a criança possa estar sentada. Uma mesa com cadeiras ou bancos proporcionais ao seu tamanho permite-lhe desenvolver uma série de jogos, pinturas, massas, entre outras atividades e brincadeiras.

As crianças adoram histórias e ter uma biblioteca com alguns livros é sempre uma excelente opção. Podem sempre manusear os livros num tapete confortável com almofadas junto à biblioteca ou até mesmo na mesa de atividades.

Em suma, organizar o quarto de uma criança é sempre um momento de alegria. Queremos criar um espaço agradável, com uma decoração simples, clean e a pensar no desenvolvimento e necessidades da criança.

A escolha dos objetos é muito importante e tudo deve ser fácil de guardar e estar ao alcance da criança.

O objetivo é que a criança se sinta tranquila, num espaço harmonioso, incentivando a sua autonomia. Deixá-la explorar, manusear, desarrumar, experimentar… e arrumar.

Consideramos que cada criança deve ser o ator do seu próprio ambiente.

O que se deve evitar e ter em atenção? Sendo um espaço para ser explorado livremente pelas crianças devemos ter em consideração as quinas, fixar bem todos os objetos de parede e proteger todas as tomadas.

Tendo em conta todos estes aspetos que consideramos fundamentais para que a criança se sinta confortável, segura, confiante e autónoma, a Playroom sugere algumas ideias de cantos / áreas no quarto das crianças em prol do seu desenvolvimento e bem-estar.

quarto-montessoriano34
decoração de quartos artigo 2

1. Canto do faz de conta: 

Neste canto a criança deve ter brinquedos de acordo com o que mais gosta de brincar, mas que em simultâneo sejam uma ajuda na organização e arrumação do próprio canto. A máquina de lavar e secar que serve também de arrumação para as roupas e para os bonecos, a bomba de gasolina que serve também de arrumação para os carros, pistas e jogos. São alguns exemplos onde podemos tirar partido do brinquedo em si e em simultâneo ajudam na arrumação dos brinquedos.

Aqui, é onde a criança vai brincar e desenvolver o jogo simbólico. Através da brincadeira a criança vai representar situações da realidade, onde expressa sentimentos, faz o reconhecimento de si própria e do mundo. Desenvolve a imaginação, a criatividade proporcionando momentos lúdicos.

2. Caixa das trapalhadas:

A caixa das trapalhadas pode estar junto ao canto do faz de conta.

Esta caixa deve conter roupas, objetos e acessórios para que a criança se possa mascarar / fantasiar e representar a rigor situações de dramatização.

Aqui, é levar a imaginação ao limite e criar os melhores enredos onde a criança é o ator principal.

3. Canto de atividades:

Neste canto a criança deve ter uma mesa com duas cadeiras para realizar atividades que necessitem de apoio.

Falamos de atividades plásticas como pinturas, massas de cor, desenhos, jogos.

Junto à mesa ter um armário pequeno de apoio com folhas, canetas, lápis, tintas, pinceis e jogos.

Aqui, é onde a criança se vai expressar plasticamente e manusear jogos de construção. Vai desenvolver a imaginação, a criatividade, o sentido estético, a concentração, a motricidade, conceitos matemáticos, seriação, sequência, correspondência termo a termo, entre outros.

4.Biblioteca:

Junto à cama pode sempre criar-se uma biblioteca. Um suporte para uma pequena quantidade de livros de histórias, de acordo com o gosto e idade da criança.

Aqui, a criança pode escolher o que será mais confortável. Pode ter umas almofadas, um tapete ou mesmo manusear os livros na sua mesa de atividades.

Os livros infantis são sempre uma boa aquisição. Existem uma série de temáticas que se podem ir acrescentando lá em casa. Desenvolvem a linguagem, a concentração, a atenção, prever a sequência de imagens, fazer retrospetivas, entre outos.

À noite, a criança pode sempre escolher uma história para o pai ou mãe contarem antes de adormecer.

Playroom

 
 
Scroll to Top